DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

A Consciência Negra é uma expressão que designa a percepção histórica e cultural que os negros têm de si mesmos e também representa a luta dos negros contra a discriminação racial e a desigualdade social.

Este termo, ganhou notoriedade na década de 1970, no Brasil, em razão da luta de movimentos sociais que atuavam pela igualdade racial, como o Movimento Negro Unido.

O termo é, ao mesmo tempo, uma referência e uma homenagem à cultura ancestral do povo de origem africana, que foi trazido à força e duramente escravizado por séculos no Brasil. É o símbolo da luta, da resistência e a consciência de que a negritude não é inferior e que o negro tem seu valor e seu lugar na sociedade.

Mais do que uma expressão que combate a desigualdade racial, a partir de uma leitura materialista da história, ele chama a atenção para o fato de que as relações sociais são desiguais, e que é preciso corrigir essa distorção para que a sociedade evolua.

Como forma de aprofundar a necessidade de levar a riqueza da cultura africana ao povo afrodescendente de países colonizados por europeus, o poeta e escritor martinicano Aimé Césaire criou o termo "negritude", que se tornou uma corrente literária e um movimento cultural. A ideia é a de que há uma essência cultural (a negritude) em todos os descendentes de africanos que sofreram a diáspora forçada por escravagistas. A ideia de uma consciência negra não surge, exatamente, a partir do conceito de negritude, mas tem muito a ver.

Para unificar o povo negro em torno de sua luta contra séculos de escravização e após a abolição da escravatura no Brasil, passou-se a pensar em uma forma de unir a população negra e conscientizá-la de sua cultura, da luta diária das pessoas negras e do valor de ser negro. O objetivo é ainda parecido com o da negritude, mas vai além, pois indica às pessoas negras que, apesar de elas não ocuparem muitos lugares de destaque na sociedade dominada por pessoas brancas, elas merecem destaque por sua intensa luta e rica cultura.

A consciência negra é isto: Um misto de conscientização da importância do negro na sociedade, do reconhecimento do valor, da cultura e da luta de pessoas negras que não se calaram e levantaram a cabeça contra o racismo.

Apesar do protagonismo negro nessa consciência, que mais do que uma ideia ou conceito, é uma espécie de prática que dá “movimento” aos movimentos sociais, podemos esperar que, a partir do choque com a consciência negra, as pessoas brancas repensem suas práticas, sendo essa, uma data de reflexão a fim de provocar a conscientização das pessoas brancas sobre o papel fundamental da cultura afro no meio cultural brasileiro.