Oficina de planejamento do Pró-Metrópole reúne eixo sul da RMC na cidade da camomila

Oficina de planejamento do Pró-Metrópole reúne eixo sul da RMC na cidade da camomila

O maior produtor latino-americano de camomila Mandirituba, recebeu durante esta quarta-feira (03) representantes dos municípios que compõem a região sul da Grande Curitiba para uma oficina de planejamento. O segundo dia de atividades do Pró -Metrópole (Programa de Desenvolvimento Produtivo Integrado da RMC) em parceria com a Secretaria de Planejamento do Estado do Paraná, foi realizado no palco do Teatro Municipal e contou com a presença do prefeito de Mandirituba, Luis Antonio Biscaia, que saudou os visitantes na abertura do encontro.

O secretário para o Desenvolvimento da Região Metropolitana de Curitiba, Leverci Silveira Filho, explicou o real objetivo da pasta que é “discutir questões metropolitanas, as quais exigem organização e planejamento”. Destacou também que a ação é resultado da etapa do diagnóstico para elaboração do Plano Regional de Desenvolvimento.

Na fase anterior, os 28 municípios vizinhos da capital paranaense responderam questionários sobre as principais dificuldades e potencialidades nos eixos do turismo, agricultura e indústria e comercio. Na sequência, a Secretaria de Planejamento do Estado do Paraná desenvolveu o estudo técnico e propôs oficinas para a continuidade das ações mediante participação presencial. Discussões sobre os territórios, através de dinâmicas em grupo, nas quais foram elencadas prioridades,que futuramente serão incluídas no Plano Plurianual do Estado do Paraná.

O coordenador de Integração Econômica da SEPL, Marcelo Antonio Percicotti da Silva, destacou a realização do Programa Paraná Produtivo (Programa de Desenvolvimento Produtivo Regional Integrado) e o principal objetivo da oficina. “Promover o desenvolvimento exponencial, através da cooperação de atores locais (prefeituras), setor produtivo e governo”, disse.

O diretor da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), Neco Prado, destacou a importância de medidas que atendam a população a longo e curto prazo. “Temos a responsabilidade de planejar, mas também entregar resultados que acrescentem à qualidade de vida das pessoas com brevidade. Esses são nossos desafios”, pontuou.

O consultor do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae PR) e responsável pelo comitê territorial Gralha Azul, Alex de Paula, falou em nome da instituição, elogiando a iniciativa. “Um trabalho que une os municípios e o fomenta o desenvolvimento e a integração” resumiu.

À convite do projeto de extensão universitária do Pró-Metrópole, o coordenador acadêmico do Departamento de Engenharia Química da Universidade Federal do Paraná – UFPR, Arion Zandoná Filho também participou das atividades do encontro.

Compõem a região sul os seguintes municípios: Mandirituba, Piên, Agudos do Sul, Quitandinha, Tijucas do Sul, Campo do Tenente, Contenda, Lapa, Rio Negro.

Participaram da organização da oficina: Maria Ozelia de Souza (especialista em psicologia e coaching – assessora técnica da coordenação de Integração Econômica/SEPL), Tatiani Macarini (Assistente Social, especialista em gestão social SEPL), Eliziane Becker Gervasio (administradora SEPL) , Antônio Borges dos Reis (SEDRMC), Genésio de Siqueira Júnior (SEDRMC), Edvania Rodrigues (SEDRMC), Luiz Ribeiro (SEDRMC).