Prefeitura de Mandirituba e representantes locais se reúnem com ANTT para reivindicar melhorias na duplicação próxima ao pedágio

Prefeitura de Mandirituba e representantes locais se reúnem com ANTT para reivindicar melhorias na duplicação próxima ao pedágio

Depois de registrados inúmeros acidentes por falta da liberação da segunda pista após o pedágio no sentido a Mandirituba, a AutoPista realizou alterações no trecho e liberou a pista, porém, essa liberação acabou causando outros problemas, pois não há um retorno seguro pouco antes do pedágio, o que acabou forçando moradores de Mandirituba a ter que passar o pedágio para ter acesso seguro ao outro lado da rodovia.

A soluções encontrada pela Auto Pista, já causou acidentes em menos de 5 dias após a liberação do trecho, provando que não foram bem planejadas, causando ainda mais risco aos usuários da BR 116, que já sofrem a mais de 7 anos com os problemas estruturais do local.

Indignados com a situação, representantes da Prefeitura, empresários e moradores da localidade procuraram a ANTT, a fim de encontrar uma saída mais segura e que não cause prejuízos aos trabalhadores e moradores da região, participaram da reunião: Prefeito Luis Antonio Biscaia; Wagner Brasque Vieira, Secretário de Desenvolvimento Econômico de Mandirituba; Katia Andrade da Indústria TAURUS; Thiago Schemin, CT Madeiras; Ricardo Aramis Taborda, Posto de Serviços Taborda; Evandro José, Ciman Comércio de Madeiras; Paulo Mauricio Ramos, munícipe de Mandirituba; E Jenifer de Oliveira da Silva, munícipe de Mandirituba.

Segundo a ANTT, o trecho está sob concessão da AutoPista, sendo ela a responsável por realizar as alterações e estudos necessários, diante desta resposta o Prefeito Luis Antonio Biscaia, destacou que a situação ficou ainda pior do que antes, e os munícipes não podem ser penalizados por falhas da concessionária: "Vamos seguir firmes na busca por uma solução! Não podemos deixar que o povo de Mandirituba pague por uma obra mal planejada, que pode custar a vida de mandiritubenses!" explanou o prefeito.

A prefeitura já oficiou a AutoPista sobre a situação, representando os vários moradores e empresários da região, no ofício, a Prefeitura pediu uma solução o mais rápido possível, pois tanto os motoristas estão em risco, quanto os pedestres, visto que não houve o mínimo planejamento para realizar as alterações, deixando os pedestres sem qualquer tipo de suporte para atravessar a rodovia.

Ainda na reunião, os participantes deixaram claro que o tempo de meias medidas e análises intermináveis, já passou! Muitas vidas foram perdidas, e ainda serão perdidas, se a situação permanecer como está, se a morte do Ex Deputado Carlos Simões foi uma ocorrência importante para que a Concessionária realizasse essas falhas alterações, que passe também a dar a devida importância às vidas de todos da mesma forma, pois é absurdo que o povo de Mandirituba tenha de esperar a morte de outro político famoso, para ter seu direito constitucional de ir e vir, respeitado, sem falar no direito mais importante de todos, o da vida!